ParaPraPensar.com

CRISTO MORREU PELOS NOSSOS PECADOS!

“Cristo morreu pelos nossos pecados.” 1 Coríntios 15:3b (KJA)

Por mais que eu tenha separado um pedaço do versículo 3 para o título deste texto, para melhor compreensão, penso ser importantíssimo que leiamos ao menos do versículo 1 ao 4, onde o Apóstolo Paulo diz:

“Irmãos, lembro-vos do Evangelho que vos preguei, o qual também recebestes e no qual estais firmes. Por meio dele também sois salvos desde que vos apegueis com convicção à Palavra que vos anunciei; caso contrário, tendes crido em vão. Porquanto, o que primeiramente vos transmiti foi o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia, conforme as Escrituras”. (1 Coríntios 15:1-4 KJA)

Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Ele morreu pelos nossos pecados, e é por isso que temos salvação. Entretanto, para que sejamos salvos, precisamos não apenas crer (no sentido mais simplório da palavra), mas também nos apegarmos com confiança plena a esta Palavra, que é o Senhor Jesus Cristo. Aceitar a Cristo é apenas o primeiro passo de uma longa caminhada de comunhão com o Eterno Deus. Levantar a mão e dizer que aceita a Jesus não é suficiente para que tenhamos a salvação. É necessário termos um coração regenerado, uma vida transformada e amoldada à imagem do Cristo. Precisamos crer e nos apegarmos com toda força a esta fé, é necessário que estamos firmes Nele para que possamos perseverar até o fim. Pois, se não perseverarmos, em vão teremos crido. Precisamos agir de maneira condizente ao Evangelho que nos salvou. Precisamos clamar ao Senhor para que nos ajude a jamais esquecer o que aqui lemos de Sua Sagrada Escritura: “Cristo morreu pelos nossos pecados”.

Que creiamos no Cristo e persistamos nesta jornada até a morada Eterna. Com o auxílio do Senhor, e para a glória do Seu nome. Amém.

Victor Augusto


Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o blog www.paraprapensar.com, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Facebook Comments