ParaPraPensar.com

QUE ELE CRESÇA E EU DIMINUA!

“Depois disso, Jesus e seus discípulos foram para a terra da Judeia; ali permaneceu com eles e batizava. E João também estava batizando em Enom, perto de Salim, porque havia ali muitas águas, e o povo vinha para ser batizado. Porquanto João ainda não tinha sido aprisionado. Então surgiu uma discussão, entre alguns discípulos de João e os judeus, sobre a purificação. E se dirigiram a João e lhe disseram: “Rabi, aquele que estava contigo do outro lado do Jordão, de quem tens dado testemunho, está batizando, e todos estão indo ao encontro dele. Ao que João esclareceu: “Um homem não pode receber coisa alguma, a não ser que lhe tenha sido dada do céu. Vós mesmos sois testemunhas do que vos disse: eu não sou o Cristo, mas fui enviado como seu precursor. O que tem a noiva é o noivo; o amigo do noivo que lhe serve e o ouve, alegra-se grandemente por causa da voz do noivo. Portanto, essa satisfação já se cumpriu em mim. É necessário que Ele cresça e que eu diminua.” João 3:22-30 (KJA)

Depois da festividade da Páscoa e da Sua conversa com Nicodemos, Jesus e os seus discípulos foram de Jerusalém para a Judeia, e passaram lá algum tempo, e ali ficaram batizando. João, que ainda não havia sido preso, também batizava, em Enom, perto de Salim, pois lá havia água em abundância, e o povo ia para ser por ele batizado. Até que um dia, os judeus e os discípulos de João começaram a discutir sobre a purificação, e foram a João para informar que Jesus, Aquele que estava com João do outro lado do Jordão, sim, do qual João deu testemunho e afirmou ser Ele O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, estava também batizando, e as pessoas iam para lá para ser por Ele batizadas. E João lhes respondeu, dizendo-lhes que “Um homem não pode receber coisa alguma, a não ser que lhe tenha sido dada do céu”. Além disso, também afirmou que os seus discípulos eram testemunhas de que ele nunca afirmou ser o Cristo, e sim seu precursor, aquele que veio preparar o caminho.

A noiva é do noivo, mas o amigo do noivo lhe ajuda e serve e se alegra com isso. Jesus é o noivo, a Igreja é a Sua noiva, e esta é a alegria de João: servir ao noivo e alegrar-se ao ouvir Sua voz. João não queria ser mais que o noivo, pelo contrário, ele sabia quem era e a quem servia. Seu desejo era que o Senhor Jesus se torna-se cada vez maior e ele menor. Aqui encontramos uma das mais belas afirmações do Evangelista João: “é necessário que Ele cresça e que diminua”. Ora, Jesus havia dado a João grande honra, mas não busca ser maior diante dos homens, e diz o que todos nós deveríamos dizer todos os dias: “que Ele cresça, e eu diminua. João veio para proclamar a Cristo, e não a si próprio, do mesmo modo nós devemos proclamar a Cristo continuamente, e incessantemente. Dar testemunho Dele, e buscar fazer com que Ele cresça e nós diminuamos. João tinha plena consciência de que tudo o que ele tinha, inclusive sua autoridade, lhe foi dada do céu. De semelhante modo, nada temos senão por Deus, e para Deus. Para que Ele seja exaltado e engrandecido, louvado e adorado, e cresça mais e mais em nossas vidas.

Aleluia! Que o Senhor cresça em nossas vidas e nós venhamos a ser a cada momento menores diante da tamanha grandeza do nosso Deus. O Reino é Dele, o Poder é Dele, e a Glória é Dele, para sempre, amém.

Victor Augusto


Para ler mais posts da série "APRENDENDO COM O EVANGELHO DE JOÃO", clique aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o blog www.paraprapensar.com, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Facebook Comments