ParaPraPensar.com

MÚSICA DE QUINTA #002 – RARIDADE

Conhece a canção “Raridade”, cantada por Anderson Freire? Presumo que sim, ela passou um bom tempo no auge, e ainda hoje se ouve bastante em rádios e em muitos cultos por aí, mas será que está canção serve para o nosso culto a Deus? Ela glorifica a Deus mesmo? Confesso que esta canção seria a primeira análise do Música de Quinta, mas preferi não iniciar por ela, tendo em vista que já existem tantas e tantas críticas a esta canção pela internet. Porém, como muitos leitores pediram, a fiz. Entretanto antes de entrar na análise teológica da canção, lembro que não é meu objetivo julgar o compositor e/ou intenções, minha crítica é apenas à sua canção.

“Não consigo ir além do teu olhar | Tudo o que eu consigo é imaginar | A riqueza que existe dentro de você | O ouro eu consigo só admirar | Mas te olhando eu posso a Deus adorar | Sua alma é um bem que nunca envelhecerá”

Já iniciamos a canção com uma dose de antropocentrismo1, o homem sempre no centro destas canções gospel. Mas que riqueza existe dentro de nós? O que a Bíblia nos diz sobre isso? Na verdade, as Escrituras claramente nos mostram que não há riqueza (minha) dentro de mim. Meu coração é sujo e corrompido. Lemos, por exemplo, em Romanos 3:10-12,23: “Como está escrito:Não há um justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda;Não há ninguém que busque a Deus. Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis.Não há quem faça o bem, não há nem um só […] Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”.

Diante disso, sei que muitos dirão: “Não, mas a música é direcionada ao crente”. Ora, o que há dentro do cristão genuíno é o Espírito Santo habitando em seu coração, logo, há riqueza dentro do cristão, o Espírito Santo. Sim, sim, concordo com isso, porém, se a frase fosse uma referencia ou Santo Espírito de Deus, não seria necessário “imaginar” tal riqueza, pois o brilho de Cristo brilha em nossas vidas e Ele é visto, não imaginado.

Quanto à frase “o ouro eu consigo só admirar, mas te olhando eu posso a Deus adorar”, eu, de verdade, não tenho o que de dizer, pois nem sequer a consigo entender. Eu admiro o ouro, mas adoro a Deus olhando para você, de verdade, não consigo entender este trecho. Talvez seja apenas para remeter ao refrão, que também fala de ouro, ou só para levar o ego humano mesmo. E concordo com o ponto de que a alma não envelhece, ela é eterna. O problema é onde essa eternidade será passada.

O pecado não consegue esconder | A marca de Jesus que existe em você | O que você fez ou deixou de fazer | Não mudou o início, Deus escolheu você

Será que o pecado não consegue esconder a marca de Jesus em nós? Uns concordam com a canção, outros discordam dela. Faço parte do segundo grupo, pois se existe algo que esconde a marca de Jesus em uma pessoa é o pecado. Ora, se o pecado não consegue esconder tal marca, posso continuar pecando e tudo bem, afinal, “o pecado não pode esconder a marca de Jesus em mim”. Aqui não falo de destruir ou roubar, mas esconder. Penso que é um equívoco acreditar que Jesus continuará sendo visto em minha vida enquanto eu viver pecando. Ora, se andamos em trevas a Luz não está em nós, e se a Luz, que é Jesus, não está em nós como poderia ser vista? Cito, portanto, Isaías 59:2, que diz: “Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto Dele, e por isso Ele não os ouvirá”. Diante de um texto claro como esse, será que ainda me cabe algo a falar?
Outro ponto interessante desta estrofe é quando surge a afirmação de que não importa o que você fez ou deixou de fazer, nada muda o início, Deus escolheu você. Esta frase é complicada de se entender de maneira simples, ela pode nos dar algumas interpretações, e definir qual a correta é difícil. Por exemplo: Para o cristão, arrependido e regenerado, realmente o que ele fez ou não em seu passado não importa, mas para aquele que não se arrependeu ou continua nas mesmas práticas, não se pode garantir o final da frase (Deus escolheu você). Esta frase também soa um tanto quanto determinista, embora esteja no tempo passado, posso também concluir que posso fazer o que eu quiser, pois sou um escolhido e nada pode mudar isso. Posso mergulhar de cabeça no pecado, pois ele não consegue esconder a marca de Jesus em mim e não mudará o início de tudo, Deus me escolheu. O que fiz ou não fiz, o que faço ou não faço, ou que farei ou não farei não mudará o início, sou um escolhido. Sobre isso, cito Romanos 6:1,2, que diz: “Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente? De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele?” Se não há arrependimento, não há garantia de salvação em Cristo. Pois como nós, os que morremos para o pecado, podemos continuar vivendo nele?”

Sua raridade não está naquilo que você possui | Ou que sabe fazer | Isso é mistério de Deus com Você

Hoje, talvez mais do que em qualquer outra época da história, a palavra mistério é bastante utilizada. Tudo o que não se encontra base bíblica para validar, diz-se ser um “mistério”. Muitos “pastores” por aí, quando questionados biblicamente sobre algo, muito rapidamente dizem: “É mistério, meu irmão, é mistério.” Tudo o que não sabem explicar chamam de mistério, assim fica mais fácil. E, de fato, existem mistérios na Bíblia, há coisas que o Senhor Deus não nos deixou explicitamente explicadas em Sua Palavra. Mas não é difícil notar que hoje o uso deste termo está bem distante da bíblia. É muito mais para validar asneiras antibíblicas do que para biblicamente responder algo.

“Sua raridade não está naquilo que você possui ou que sabe fazer”, e onde está então? Será que dentro de você? Não mesmo. Mas a canção não responde a pergunta, ela apenas diz que é mistério de Deus. Afinal, na falta de resposta bíblica, atualmente, a melhor saída é dizer que tudo é mistério e ponto.  Enfim, para ficar mais fácil de entender: Não há raridade no que você possui, nem no que você pode fazer, e muito menos dentro de você mesmo. Entenda isso, por favor. Raro de verdade é Jesus, que só existe um, é Santo de verdade e jamais pecou. Mas nós, somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia. (Is 64:6)

Você é um espelho que reflete a imagem do Senhor | Não chore se o mundo ainda não notou | Já é o bastante Deus reconhecer o seu valor

Se você é um espelho que reflete a Jesus e o mundo não está notando, sinto muito informá-lo, mas você deve chorar, e muito. Espelhos servem para refletir, logo, se um espelho não reflete é porque algo está errado com ele. O mundo tem que notar, os frutos são visíveis. Veja o que Mateus 5:16 diz: “Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus”. Lembre-se, espelho que não reflete está quebrado. Se você realmente é um espelho que reflete a Ele, inevitavelmente as pessoas vão ver em você o reflexo Dele em você. É simples assim.

Você é precioso, mais raro que o ouro puro de Ofir

O “ouro de Ofir” era o ouro de uma cidade chamada Ofir, e que era muito fino, e o mais puro e raro que ali se encontrava. E para afirmar que o ser humano é precioso e raro, já ouvi algumas pessoas citarem o texto de Isaías 13:12, que diz: “Farei que o homem seja mais precioso do que o ouro puro, e mais raro do que o ouro fino de Ofir” para defender essa canção. Então logo dizem: “Olha aí, é uma canção bíblica, está vendo?”. Mas espere um pouco, que tal não isolarmos o texto para o compreendermos corretamente? Leiamos, portanto, Isaías 13:6-12, que diz:

“Clamai, pois, o dia do Senhor está perto; vem do Todo-Poderoso como assolação. Portanto, todas as mãos se debilitarão, e o coração de todos os homens se desanimará. E assombrar-se-ão, e apoderar-se-ão deles dores e ais, e se angustiarão, como a mulher com dores de parto; cada um se espantará do seu próximo; os seus rostos serão rostos flamejantes. Eis que vem o dia do Senhor, horrendo, com furor e ira ardente, para pôr a terra em assolação, e dela destruir os pecadores. Porque as estrelas dos céus e as suas constelações não darão a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não resplandecerá com a sua luz. E visitarei sobre o mundo a maldade, e sobre os ímpios a sua iniquidade; e farei cessar a arrogância dos atrevidos, e abaterei a soberba dos tiranos. Farei que o homem seja mais precioso do que o ouro puro, e mais raro do que o ouro fino de Ofir”.

Observe bem esta frase colocada no contexto certo. Parece uma palavra de benção para você? Não mesmo,não é? Realmente o Senhor Deus está dizendo que fara o homem ser mais raro que o ouro de Ofir, mas Ele não está se referindo a uma benção sobre a humanidade, muito pelo contrário, trata-se de destruir os homens, dizimá-los. Em momento algum você percebe o texto se referindo positivamente ao homem como sendo precioso.

Se você desistiu, Deus não vai desistir | Ele está aqui pra te levantar se o mundo te fizer cair

Aqui concordo com a afirmação de que Deus não vai desistir, pois, de fato, Deus não desiste dos Seus, e ninguém os arrebata de Suas mãos (Jo 10:28), mas isso não quer dizer que devo permanecer na desistência, pois aos que são Dele, que creem em Seu nome, o Senhor lhes faz perseverar, como sabemos, apenas os que perseverarem até o fim serão salvos (Mt 24:13). Então, se você desistiu (ou apenas caiu), deve buscar forças no Senhor para que Ele te levante e guarde em Sua poderosa mão, pois sem Cristo não se consegue permanecer em Cristo, Ele nos levanta quando caímos, não temos forças para seguir sozinhos. Sobre a frase “se o mundo te fizer cair” apenas coloco uma observação de que nem sempre é o mundo nos faz cair, muitas vezes nós mesmos nos derrubamos ao chão.

Sei que é difícil, mas espero por um dia em que não mais ouviremos canções que tanto exaltam ao homem e tão pouco louvam a Deus sendo entoadas em nossos cultos. Que esta análise tenha sido frutífera a você que lê, e que nós tenhamos muita cautela quanto ao que estamos ouvindo e cantando. Preste bem atenção nas letras, não se permita apenas ser envolvido pela melodia ou pelo clima da canção, e compare com o que diz a Bíblia. Sim, só para não esquecer… Para pra pensar!

Que o Senhor te abençoe.

Victor Augusto.


Antropocentrismo – Linha de pensamento que atribui ao ser humano uma posição de centralidade em relação a todo o universo.


Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o blog www.paraprapensar.com, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

 

Facebook Comments