ParaPraPensar.com

NÓS DIZEMOS DO QUE CONHECEMOS

“O vento sopra onde quer, tu escutas o seu som, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim ocorre com todos os nascidos do Espírito. Replicou-se Nicodemos: “Como pode acontecer isso?” Explicou-lhe Jesus: “Tu és mestre em Israel e não compreendes essas verdades? Em verdade, em verdade te asseguro que nós dizemos do que conhecemos e testemunhamos do que temos visto; contudo, não acolheis o nosso testemunho. Se, falando de assuntos da terra, não me credes, como crereis, se vos falar dos celestiais? Ninguém subiu ao céu, a não ser Aquele que veio do céu: o Filho do homem que está no céu”.” João 3:8-13 (KJA)

Da mesma maneira que ouvimos o vento, mas conseguimos ter a certeza de onde veio e para onde vai, assim também é como acontece com aqueles que são nascidos do Espírito. O vento sopra livremente, as vezes por aqui, outras por ali, sem um trajeto sempre igual e definido (como no caso da água); assim é também a maneira como o Espírito Santo atua na vida daquele nasceu de novo, de maneira muitas vezes oculta, em outras perceptíveis, mas é assim, como o vento, que todo o nascido do Espírito é. E Nicodemos, possivelmente cheio de orgulho próprio, não conseguiu compreender o que o Senhor Jesus estava a dizer, tudo parecia muito exagerado, fora do que era real ao olhos dele. Mas Jesus lhe diz: “Tu és mestre em Israel”, como quem o repreende, pois como um homem que é mestre da Lei de Deus na verdade demonstra conhece tão pouco sobre Deus?

Depois disso, Jesus diz: “Nós dizemos do que conhecemos e testemunhamos do que temos visto”, se colocando aqui junto aos profetas e mostrando que os verdadeiros servos do Senhor proclamam o Santo Evangelho, perfeito, e não outras doutrinas alheias a Santa Palavra de Deus. Os servos de Deus proclamam do que conhecem, e testemunham do que veem, se somos verdadeiros servos precisamos não apenas proclamar a Cristo, mas conhecê-Lo, pois se proclamarmos do que não conhecemos, nossa proclamação será vazia de Deus. E mesmo assim, falando do que conhece e testemunhando do que viu, o mundo não creu e não aceitou o testemunho do Senhor Jesus, o Cristo.

Então, Jesus diz que mesmo falando de assuntos da terra, Nicodemos não crê e entende o que Ele diz, como então acreditará se falar dos celestiais? Em outras palavras, Jesus está dizendo: “se quando falo do que acontece aqui entre os homens você não me consegue compreender, como compreenderá se eu falar das coisas do céu?” De fato, não há ninguém melhor para explicar sobre as coisas do céu, pois ninguém subiu ao céu, a não ser Aquele que veio do céu. Pois só o Filho do Homem, Jesus, veio do céu e para o céu retornou. Que possamos aprender com Ele e Dele, em Sua Palavra, para assim proclamar o Cristo que conhecemos, o Único Salvador para o homem pecador.

Toda glória e honra sejam dadas ao Senhor Jesus, que desceu do céu, para lá retornou, e voltará para nos buscar, Louvado seja o Senhor que nos sopra com Seu Santo Espírito nos dando uma nova vida, e nos faz compreender Sua Santa Palavra. A Ele o louvor, hoje e sempre, amém!

Victor Augusto


Para ler mais posts da série "APRENDENDO COM O EVANGELHO DE JOÃO", clique aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o blog www.paraprapensar.com, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Comentários

comentários