ParaPraPensar.com

M&P#013 – QUE ELE CRESÇA

Hoje o Música&Palavra será sobre uma canção curtíssima, mas belíssima. Poucas frases, mas com verdades bíblicas profundas. Trata-se da canção “Humildade (Que Ele Cresça)” do Deigmar Marques. Espero que você seja tão edificado quanto eu através dessa canção, e que com essa análise você possa meditar ainda mais nas verdades escritas nesta composição.



"Mais de Ti, e menos de mim".

Na primeira vez que ouvi essa canção, ela já me chamou a atenção pela frase com a qual tem o seu início, declarando que – quem a canta– deseja mais de Deus e menos de si mesmo. Em tempos como os que vivemos, o que menos se quer é mais Dele e menos de nós. Muito pelo contrário, buscamos a cada momento nos encher mais e mais do nosso próprio ego, afim de alcançar os nossos próprios sonhos e desejos em detrimento de buscar realizar a vontade de Deus para as nossas vidas. Que esta frase seja vivenciada em nossas vidas. Que o nosso anseio mais profundo seja realmente que em nossos corações e em nossas vidas sempre existe mais Dele e menos de nós mesmos.

"Que Ele cresça e eu diminua".

Neste trecho da canção logo nos vêm à mente o texto de João 3:30 onde João Batista diz: “é necessário que Ele cresça e que eu diminua”. O precursor de Jesus, que veio preparar o caminho para Ele, disse que não é digno nem de sequer lhe desamarrar as sandálias. Ele declarou que Cristo tem que crescer em nossas vidas e nós devemos cada vez mais diminuir, reconhecer nossa pequenez e a grandeza do nosso Senhor. Na verdade este trecho apenas enfatiza o que no início já foi dito, porém com a citação bíblica. Mais de Ti, e menos de mim, continua sendo o tema destas frases até aqui citadas.

"Que Ele apareça e eu me constranja..." 

O refrão da canção ratifica o que até aqui foi pôde cantado, mais Dele para que Ele cresça e nós diminuamos. Assim, o coro declara que quem tem que aparecer é Ele. Cristo é quem tem que crescer e aparecer. A nós só nos resta reconhecer nosso lugar de pó e nos constranger diante de tanta glória e amor.

"... com a Sua glória..."

Hebreus 1:3 diz que Jesus é o resplendor da glória de Deus, a expressão exata do Seu ser, Ele é o sustentáculo de todas as coisas. Devemos nos constranger diante de um ser tão glorioso assim. Este é o nosso Senhor, nosso Cristo, que Ele cresça em nossas vidas e nós diminuamos constrangidos diante da Sua glória.

"... e todo o Seu amor..."

O amor do Senhor Jesus nos constrange (2 Co 5:14), Ele morreu para nos dar vida, e isso deve nos constranger. João 3:16 diz que Deus tanto amou o mundo que deu o seu único Filho, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Devemos ficar constrangidos diante deste amor. Romanos 8:38-39 diz que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”. Ou seja, nada nem ninguém tem poder para nos separar deste amor. Sabe disso deveria nos constranger diante de tamanho amor que o nosso Deus tem.

"Infinita humildade, servo de todos os irmãos."

Também é importante dizer que o refrão desta canção não nos deixa esquecer que este Deus glorioso e amoroso se fez servo por nós. Aquele que tem todo o direito de ser maior, porque de fato Ele é, veio como um humilde servo, servindo aos que deveriam Lhe servir. Nosso Senhor, que é Rei do universo, se fez servo por nós. Que venhamos a seguir o Seu exemplo e sejamos também servos de todos os irmãos, assim como a canção declara. 1 Pedro diz: “Sejam todos humildes uns para com os outros, porque “Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes”. Que nós possamos estar constrangidos não apenas com o amor e glória do nosso Senhor, mas com a Sua humildade de servo. Que entender que nosso Deus se fez servo não apenas nos constranja diante Dele, mas nos faça buscar servir uns aos outros, assim como nosso Jesus serviu.

Louvado seja o Senhor Deus por ainda existir cristãos que querem mais Dele e menos de si. Que o Eterno venha a crescer dia após dia em nossas vidas e que, quando alguém nos olhar, não vejam a nós mesmos, mas ao Senhor Jesus. Estejamos prostrados diante Dele e constrangidos com Sua glória, amor, e humildade. Que o Senhor nos ajude a nos esvaziar de nós mesmos para que Cristo nos preencha com tudo o que Ele é.

Que o Senhor, glorioso, amoroso, e humilde, te abençoe e guarde com Sua poderosa mão.

Victor Augusto


Humildade (Que Ele Cresça) – Deigma Marques

Mais de Ti,
Mais de Ti
E menos de mim
E menos de mim

Que Ele cresça e eu diminua
Que Ele apareça e eu me constranja
Com a Sua glória e todo o seu amor
Infinita humildade
Servo de todos os irmãos


Para ler mais posts da série "Música&Palavra", clique aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o blog www.paraprapensar.com, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Facebook Comments