ParaPraPensar.com

TU ÉS O FILHO DE DEUS, TU ÉS O REI DE ISRAEL!

“No dia seguinte, Jesus decidiu ir para a Galileia. Quando encontrou a Filipe, disse-lhe: “Segue-me”. Ora, Filipe era de Betsaida, cidade de André e de Pedro. Filipe encontrou a Natanael e disse-lhe: “Encontramos Aquele sobre quem Moisés escreveu na Lei, e a respeito de quem também escreveram os profetas: Jesus de Nazaré, filho de José”. E Natanael disse-lhe: “Pode alguma coisa boa vir de Nazaré?” Filipe respondeu-lhe: “Vem e vê”. Jesus viu Natanael se aproximando e disse a seu respeito: “Eis um verdadeiro israelita, em quem não há falsidade!” Disse-lhe Natanael: “De onde me conheces?” Respondeu-lhe Jesus: “Antes de Filipe te chamar, quando tu estavas debaixo da figueira, eu te vi”. Natanael exclamou: “Meste, Tu és o Filho de Deus! Tu és o Rei de Israel!” Jesus lhe respondeu: “Porque Eu disse que te vi debaixo da figueira, crês? Pois tu verás coisas muito maiores do que estas”. E disse-lhe Jesus: “Em verdade, em verdade vos asseguro que vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filhe do homem”. João 1:43-52 (KJA)

Diferente de André, que tornou-se seguidor de Cristo através do testemunho de João, e de Simão Pedro, que seguiu ao Senhor através do testemunho do seu irmão André, Filipe foi chamado pessoalmente por Jesus, não usando diretamente homem algum. Jesus o encontrou e simplesmente disse “Segue-me”. Nisto percebemos como o Eterno chama de maneiras variadas a crer em Cristo. É o mesmo Espírito que conduz a todos os crentes em Cristo, mas nem todos estes passam pelas mesmas experiências. Nem todos são chamados da mesma forma. Deus chama a cada um de acordo com a Sua vontade, para que sejam cumpridos os Seus propósitos. Também percebe-se nestes textos como Filipe percebe que Jesus é o Filho de Deus através das profecias dos antigos profetas e dos textos mosaicos, é importante notar Antigo Testamento aponta para o Cristo que viria, e o Novo testamento para o Cristo que veio. Jesus está amplamente presente nos textos do Antigo Testamento, e estes textos comprovam que Jesus é o Cristo.

Logo que Filipe encontra Natanael ele lhe diz que encontrou o Messias, porém ao dizer que este era Jesus de Nazaré, é gerada uma confusão sobre o local de nascimento de Jesus, que não foi em Nazaré, mas em Belém, e então Natanael logo pergunta se pode alguma coisa boa vir de Nazaré? Mas porque tal frase? Natanael era um homem integro, reto, mas naquele momento demonstrou preconceito diante da afirmação de Filipe, já que Nazaré era uma aldeia pequena e insignificante e o Rei de Israel que era esperando não deveria vir dali. Natanael então, aparentemente, descreu das palavras de Filipe, mas este consegue reverter a situação respondendo-lhe de maneira simples e objetiva: “Vem e vê”. E ele foi, e ao Jesus vê-lo aproximando-se disse: “Eis um verdadeiro israelita, em quem não há falsidade!”, Natanael pergunta “de onde me conheces?”, e Jesus mostra que pode ver quando ninguém mais te vê. Jesus diz que antes mesmo de ser chamado por Filipe a conhecê-Lo, Ele o viu debaixo da figueira. Ou seja, quando você estava sozinho, e ninguém mais te observava, eu te vi. Daí então Natanael reconhece quem é Jesus, quando diz: “Meste, Tu és o Filho de Deus! Tu és o Rei de Israel!”  E Jesus conclui mostrando que ter visto a Natanael debaixo da figueira era muito pouco diante das coisas que seriam vistas posteriormente.

Hoje há muito preconceito no que se refere ao cristianismo, e por cristianismo não entenda aquilo que você vê na TV, mas o que o próprio Cristo ensinou e que esta na Sua Palavra, a saber, a Bíblia. Quantas e quantas pessoas encontraram-se em situação semelhante a de Natanael, descrendo no Filho de Deus porque ouviu ou entendeu algo que não está certo de fato? Sejamos crentes em Seu nome, reconhecendo assim como Natanael, que o Senhor nos vê mesmo quando ninguém está nos observando. Sabe aquele momento mais intimo que você tem, Ele está ali, Ele sonda e conhece até os segredos mais ocultos do nosso coração. Ele é Senhor, só Ele tem todo esse poder. Esse é o Jesus em que creio, o Filho de Deus, que me conheceu antes mesmo de eu o conhecer. Quando eu estava ainda no ventre da minha mãe Ele já me conhecia. Esse é Jesus, que chama como quer, quem quer, e quando quer.

Engrandecido seja o santo nome do Senhor Jesus, o Filho de Deus, todo louvor e glória a Ele hoje e eternamente. Amém!

Victor Augusto


Para ler mais posts da série "APRENDENDO COM O EVANGELHO DE JOÃO", clique aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o blog www.paraprapensar.com, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Facebook Comments