ParaPraPensar.com

A EXCELÊNCIA E PLENITUDE DE JESUS

“João testemunha sobre Jesus e exclama, dizendo: “Este é Aquele de quem eu disse: Ele, o que vem depois de mim, tem a excelência, porquanto já existia antes de mim.” E da sua plenitude todos nós temos recebido, graça sobre graça. Porquanto a Lei foi dada por intermédio de Moisés; mas a graça e a verdade vieram através de Jesus Cristo. Ninguém jamais viu a Deus; o Filho unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou”. João 1:15-18 (KJA)

João testemunhava a todos declarando que Jesus é a Luz que ilumina a humanidade, exclamando que Ele é o Verbo que se fez carne, e agora ele também confirma que Jesus é Aquele de quem ele falava e que tem a excelência. Embora Jesus tivesse vindo após João, Ele já existia antes mesmo de João nascer. E é isso o que João testemunha em seu ministério, que Jesus é superior a tudo e todos,  que Ele tem a primazia, tem toda a excelência, que Jesus é a Palavra que no início de tudo estava com Deus e que também é Deus (Jo 1:1). 

O Santo Espírito de Deus habitou por completo no corpo humano de Jesus. Ele não só era homem, como era também o próprio Deus encarnado. E este Jesus, o verdadeiro Cristo, glorioso e detentor de toda a excelência, através de toda Sua plenitude, nos dá graça sobre graça. Pois a Lei, para conhecimento do pecado e do padrão moral que Deus nos exige, foi entregue ao povo por intermédio de Moisés, mas a graça e a verdade vieram através do Senhor Jesus. Moisés foi um servo, usado por Deus para revelar Sua Santa Lei, mas Jesus é Deus encarnado, e não apenas um servo, embora aqui na terra este tenha vindo não para ser servido mas para servir. Através de Moisés recebemos a Lei Divina, mas pela plenitude e primazia que há no Cristo recebemos de Deus graça sobre graça.

De fato, homem algum jamais viu a Deus, ninguém conseguiria suportar tamanha glória e esplendor. Quando Moisés pediu a Deus que revelasse a Sua glória a ele (Ex 33:18) Deus o disse que nenhum homem pode ver a Sua face e permanecer vivo (Ex 33:20). Quão glorioso é o Eterno Deus. Nenhum homem O viu, e a todos os homens não é possível vê-Lo sem que sejam fulminados diante de tanta Glória. Mas Jesus, Seu Filho unigênito, O revelou, pois, como já dito, este era o próprio Deus encarnado. O próprio Jesus disse: “Aquele quem vê a mim, vê o Pai” (Jo 14:9). Quem vê Jesus vê o Pai, pois em Jesus habita toda plenitude e poder de Deus. Ele é a Luz, o Conhecimento, a Vida, a Paz, o Consolo; Ele é O Senhor, Ele é Deus!

Não merecemos coisa alguma da parte de Deus, ainda assim Ele nos resgata por Sua maravilha graça. Somos indignos, falhos, pecadores, mas o Senhor Jesus é Digno, Perfeito e Santo; Ele é pleno, e dessa plenitude recebemos graça sobre graça. Tudo vem de Jesus, toda graça, todo amor, e é Nele que encontramos o que preenche o vazio do nosso coração. Não há paz longe de Jesus, não há amor, não há vida, não há salvação. Somente em Cristo temos a Luz que ilumina nossas trevas. Somente Nele, somente Nele.

Que o Pai nos faça compreender e jamais esquecer as Suas verdades, que esteja claro em nossas mentes e corações que tudo o que necessitamos está em Jesus, somente Nele!

Victor Augusto


Para ler mais posts da série "APRENDENDO COM O EVANGELHO DE JOÃO", clique aqui

Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor e o blog www.paraprapensar.com, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Facebook Comments